100% TRANSPARÊNCIA

QUEM SOMOS

Somos uma fundação de direito privado que tem por missão fomentar as práticas sociais de leitura em âmbito nacional nas áreas de Educação, Cultura, Saúde e Social. Estamos ou já estivemos presentes, com um ou mais de nossos projetos, em 572 cidades de todos os estados brasileiros e Distrito Federal. 

Nossos fundadores e dirigentes são pessoas compromissadas com a questão da leitura, dos livros, da literatura e das bibliotecas, com experiências e práticas  no terceiro setor, na área privada, em organismos internacionais e em governos, seja na esfera nacional ou na estadual e municipal.

A fundação opera internamente por meio de seus centros de estudos e de formação para professores, bibliotecários, estudantes e agentes de saúde e da área sociail, entre outros,  e possui uma unidade que executa seus projetos próprios de fomento à leitura, que é o Instituto Palavra Mágica. 

Criada em 1999, sua sede está localizada no  município de Ribeirão Preto (SP). A fundação chega, em 2019, aos seus 20 anos já tendo beneficiado, diretamente, mais de 400.000 vidas – entre crianças, jovens e idosos, seus públicos-alvo preferenciais, em especial em setores menos favorecidos da população.

Os projetos da fundação são financiados a partir de doações de pessoas físicas e jurídicas, patrocínios com ou sem leis de incentivo, editais públicos e privados e, ainda, organização de eventos e venda de cursos de formação de mediadores de leitura e biblioterapia.

Por sua atuação, a fundação já recebeu reconhecimentos e inúmeros prêmios no Brasil e no exterior, sendo objeto de várias reportagens na imprensa nacional.

Nossa Missão:
“Nossa missão é fomentar as práticas sociais da leitura visando a promoção e o desenvolvimento do indivíduo e de sua cidadania para ajudar a mudar o mundo.”

Nossa Visão:
"Tornar-se, até 2022, o mais importante centro de referência e difusão de informações e conhecimento sobre práticas sociais da leitura na comunidade dos países de língua portuguesa.

Nossos Valores: 
Ética em todas as relações
Igualdade de gênero e de raças
Compromisso com as populações mais vulneráveis
Democratização do acesso à cultura, à educação e à saúde
Decisões participativas dos atores e populações atendidas