QUEM SOMOS

A Fundação Observatório do Livro e da Leitura, criada em 1999 com o nome de Fundação Palavra Mágica, tem um histórico de realizações e de reconhecimento público em suas quase duas décadas de atuação.

É uma fundação de direito privado que atua nas áreas da educação, cultura e tecnologia com a seguinte missão institucional:

• Observar, monitorar e avaliar ações públicas, privadas, e do terceiro setor no segmento do Livro, Leitura, Literatura e Bibliotecas;
• Elaborar estudos e pesquisas e disseminar informações e conhecimentos sobre temas e aspectos relevantes para esse segmento;
• Apoiar a formulação e a execução de projetos e programas para a formação e a multiplicação de atores sociais qualificados para atuar nessa área;
• Criar, desenvolver e aprimorar ações próprias, com intuito de disponibilizar e multiplicar experiências e ações de eficácia comprovada para outros atores sociais desse campo.

A Fundação é constituída da seguinte forma: 

• Centro de Formação
• Centro de Estudos e Pesquisas
• Portal do Livro e da Leitura
• Instituto Palavra Mágica

A Fundação Observatório do Livro e da Leitura tem como objetivo cooperar com as políticas públicas do Livro, Leitura, Escrita, Literatura e Bibliotecas, em todos os níveis do Estado, e com os esforços da sociedade em fortalecer e consolidar o tema como uma política de Estado. É por meio desse campo que a Fundação busca a construção de uma sociedade mais justa, próspera e ética.

Durante sua trajetória em projetos e eventos, a Fundação já recebeu duas dezenas de prêmios no País e no Exterior (Instituto Ethos, Criança Esperança/ Unesco/Rede Globo; CEPAL/Fundação Kellog; Ministério da Cultura; IBTTA; Valor Econômico; Sebrae; Fundação Banco do Brasil; Prêmio Jabuti). 

Alguns resultados alcançados pela Fundação: 

• 400 mil crianças, jovens e idosos atendidos;
• 400 mil livros doados para escolas e comunidades;
• 950 minibibliotecas implantadas;
• 1,5 milhão de textos produzidos por jovens;
• 800 mil horas de leitura realizadas;
• 50 livros publicados por jovens protagonistas;
• 100 mil atores sociais beneficiados diretamente;
• Presença em 572 cidades em 27 unidades da Federação.